Ser gente grande

Dizer “tchau” nunca foi uma tarefa muito fácil, assim como ficar em um mesmo lugar por muito tempo também não. Sou desse tipo de pessoa contraditória mesmo. E que no fundinho até gosta de sentir falta, porque sabe que tudo o que é demais acaba enjoando muito fácil.

Aquela que tem a mente desapegada e que sonha longe, mas o coração ligado demais com quem ama para não se importar com a distância. Ainda assim, só com ela aprendeu o valor das amizades e da relação com a família.

Quando somos pequenos, o que mais queremos é sair da casa dos pais e tomar conta do próprio nariz. Eu sonhei com os 15 anos. Com os 18. E com quase 21 finalmente aprendi que nem tudo é como nos filmes norte americanos. Aliás, quase nada é. Mas isso também não significa que não seja uma experiência incrível. Depende de como vamos encarar.

Ter que sentir a cada 3 ou 4 meses a euforia de reencontrar os amigos e logo após alguns dias receber abraços apertados de despedidas, às vezes me faz repensar essa coisa de ser “gente grande”. A impressão que eu tenho é de que nunca estou preparada pra ser. Mas, ao mesmo tempo, me faz perceber que não tem mais volta.

Crescer em uma cidade pequena demais para os sonhos foi um pouco difícil, sim. Só que escrever isso enquanto minha mãe segurava a minha mão em uma rodoviária, esperando o ônibus, para dizer tchau mais uma vez, fez meu coração apertar mais forte. Ainda que ela tenha me criado para isso: voar longe.

Mesmo sabendo que para ela possa ser ainda mais difícil, o que eu escuto sempre é que “recomeçar é necessário”.

Ela tem razão.

É mesmo.

Nayara Rosolen

Anúncios

8 comentários sobre “Ser gente grande

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s