Coisas que nunca te contaram sobre Machado de Assis

Hoje, 21 de Junho, além do Equinócio de Inverno (tchururuuu), comemora-se o aniversário de Machado de Assis.

O autor de Dom Casmurro, Quincas Borba, Memórias Póstuma de Brás Cubas tem muito mais para nos oferecer que clássicos que somos obrigadxs a ler para o vestibular ou para as provas de literatura brasileira.

Além de poesias, Machado de Assis escrevia contos e crônicas para diversas revistas e jornais.
Vamos a algumas coisas sobre Machado de Assis, esse cara incrível e atemporal.

  • O pai de Machado de Assis era um descendente de escravos que trabalhava como pintor de paredes. A mãe, portuguesa de Açores, faleceu quando Machado tinha 10 anos. Sua única irmã morreu vítima de sarampo com sete anos de idade.
  • Machado nunca teve educação formal. Para ajudar a família, chegou a trabalhar como engraxate e vendedor de balas e doces.
  • O escritor era fluente em francês, língua que aprendeu com um padeiro. O alemão e o inglês Machado aprendeu estudando sozinho.
  • A letra do escritor era tão ruim que, às vezes, até ele tinha dificuldade de entender o que escrevia.
  • Aos 17 anos, Machado passou a trabalhar na Tipografia Nacional onde, ao ser flagrado lendo escondido, quase foi demitido.
  • O primeiro poema de Machado de Assis chama-se Ela, e foi publicado em 1855 na revista Marmota Fluminense. Na época, Machado contava apenas 15 anos. Você pode ler a poesia aqui.
  • Seu primeiro conto publicado, Três Tesouros Perdidos”, saiu em 1858, quando o escritor tinha 19 anos. Também foi publicado na revista literária Marmota Fluminense.

  • O primeiro livro publicado por Machado de Assis foi Crisálidas, de poemas. Na época, Machado contava 35 anos de idade. O primeiro livro de contos – cujo título era Contos Fluminenses -, saiu no ano seguinte. (Eu tenho 34, acho que estou no caminho kkkk)

  • Carolina Machado, a esposa do escritor, era uma grande intelectual e fã da literatura portuguesa. Era ela quem revisava os textos do escritor.
  • Machado de Assis utilizou 21 pseudônimos ao longo da carreira. Na revista A Semana Ilustrada, usava o pseudônimo de Dr. Semana.
  • Era apaixonado por xadrez. Ele participou do primeiro campeonato de xadrez disputado no Brasil. As peças usadas pelo escritor estão até hoje em exposição na ABL – Academia Brasileira de Letras.
  • Machado escreveu em diversos jornais e revistas da sua época, entre os quais A Semana Ilustrada, Diário do Rio de Janeiro, Jornal das Famílias, Revista da Semana, Correio Mercantil e O Espelho.

  • O jornal ” O Corsário ” publicou um artigo desmoralizando Machado de Assis por uma suposta traição. A suposta amante seria uma atriz portuguesa.
  • Segundo alguns biógrafos, as últimas palavras de Machado de Assis antes de morrer foram: “A vida é boa”.
  • Apesar de ser conhecido apenas como romancista e cronista, Machado era poeta e dramaturgo, chegando a escrever nove peças de teatro entre 1860 e 1906.
  • Machado de Assis escreveu 5 livros de poesia, 7 de contos, 9 de teatro e 9 romances.

  • A imagem de Machado de Assis foi estampada na cédula de mil cruzados , que circulou entre 1987 e 1990. (Eu lembrooooo kkk)

cedula-machado-de-assis-mil-cruzados.jpg

Curtiu? Já sabia de alguma dessas coisas? Sabe de mais curiosidades? Conta aí pra gente nos comentários.

Bjocas!

9 respostas para “Coisas que nunca te contaram sobre Machado de Assis”

Deixe uma resposta para Helen Coppi Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s