Coisas que nunca te contaram sobre Machado de Assis

Hoje, 21 de Junho, além do Equinócio de Inverno (tchururuuu), comemora-se o aniversário de Machado de Assis.

O autor de Dom Casmurro, Quincas Borba, Memórias Póstuma de Brás Cubas tem muito mais para nos oferecer que clássicos que somos obrigadxs a ler para o vestibular ou para as provas de literatura brasileira.

Além de poesias, Machado de Assis escrevia contos e crônicas para diversas revistas e jornais.
Vamos a algumas coisas sobre Machado de Assis, esse cara incrível e atemporal.

  • O pai de Machado de Assis era um descendente de escravos que trabalhava como pintor de paredes. A mãe, portuguesa de Açores, faleceu quando Machado tinha 10 anos. Sua única irmã morreu vítima de sarampo com sete anos de idade.
  • Machado nunca teve educação formal. Para ajudar a família, chegou a trabalhar como engraxate e vendedor de balas e doces.
  • O escritor era fluente em francês, língua que aprendeu com um padeiro. O alemão e o inglês Machado aprendeu estudando sozinho.
  • A letra do escritor era tão ruim que, às vezes, até ele tinha dificuldade de entender o que escrevia.
  • Aos 17 anos, Machado passou a trabalhar na Tipografia Nacional onde, ao ser flagrado lendo escondido, quase foi demitido.
  • O primeiro poema de Machado de Assis chama-se Ela, e foi publicado em 1855 na revista Marmota Fluminense. Na época, Machado contava apenas 15 anos. Você pode ler a poesia aqui.
  • Seu primeiro conto publicado, Três Tesouros Perdidos”, saiu em 1858, quando o escritor tinha 19 anos. Também foi publicado na revista literária Marmota Fluminense.

  • O primeiro livro publicado por Machado de Assis foi Crisálidas, de poemas. Na época, Machado contava 35 anos de idade. O primeiro livro de contos – cujo título era Contos Fluminenses -, saiu no ano seguinte. (Eu tenho 34, acho que estou no caminho kkkk)

  • Carolina Machado, a esposa do escritor, era uma grande intelectual e fã da literatura portuguesa. Era ela quem revisava os textos do escritor.
  • Machado de Assis utilizou 21 pseudônimos ao longo da carreira. Na revista A Semana Ilustrada, usava o pseudônimo de Dr. Semana.
  • Era apaixonado por xadrez. Ele participou do primeiro campeonato de xadrez disputado no Brasil. As peças usadas pelo escritor estão até hoje em exposição na ABL – Academia Brasileira de Letras.
  • Machado escreveu em diversos jornais e revistas da sua época, entre os quais A Semana Ilustrada, Diário do Rio de Janeiro, Jornal das Famílias, Revista da Semana, Correio Mercantil e O Espelho.

  • O jornal ” O Corsário ” publicou um artigo desmoralizando Machado de Assis por uma suposta traição. A suposta amante seria uma atriz portuguesa.
  • Segundo alguns biógrafos, as últimas palavras de Machado de Assis antes de morrer foram: “A vida é boa”.
  • Apesar de ser conhecido apenas como romancista e cronista, Machado era poeta e dramaturgo, chegando a escrever nove peças de teatro entre 1860 e 1906.
  • Machado de Assis escreveu 5 livros de poesia, 7 de contos, 9 de teatro e 9 romances.

  • A imagem de Machado de Assis foi estampada na cédula de mil cruzados , que circulou entre 1987 e 1990. (Eu lembrooooo kkk)

cedula-machado-de-assis-mil-cruzados.jpg

Curtiu? Já sabia de alguma dessas coisas? Sabe de mais curiosidades? Conta aí pra gente nos comentários.

Bjocas!

Anúncios

9 comentários sobre “Coisas que nunca te contaram sobre Machado de Assis

  1. Pingback: Primeiro poema de Machado de Assis

  2. Pingback: Indicações Aleatórias + WS em SJCampos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s