Precisamos falar sobre: escolhas, prioridades e autoconhecimento.

Faz um tempo já que não converso com vocês aqui no 7S de uma forma mais pessoal e essa semana deu vontade. Isso, porque várias mudanças têm acontecido comigo desde o ano passado, quando escrevi aqui pela primeira vez, e nas últimas semanas também precisei tomar várias decisões. Vamos combinar que é bem difícil, e você nem precisa ser tão indeciso quanto eu para se atrapalhar um pouquinho quando tem escolhas a serem feitas na sua frente. Exatamente por isso, é tão complicado ter que fazer isso. Alguma coisa, que com certeza já foi ou ainda é muito importante para você, acaba ficando para trás.

Mesmo assim, significa que mudanças estão acontecendo e, na maioria das vezes, é uma evolução. Afinal de contas, estamos aqui para isso, não é? Ninguém nasce para não ter um motivo aqui na Terra, e nem se vai sem ter concluído sua missão (acredito eu). Da mesma forma que coisas e pessoas aparecem na sua vida. Tudo tem uma razão e um tempo determinado para chegar e ir embora.

Ano passado, eu definitivamente estive aberta para tudo o que aparecesse na minha vida e disse diversos “sim”. Me abri para experiência novas e a vida me retribuiu com muitas oportunidades. Comecei a escrever no 7S, me inscrevi em um curso de teatro (que era um sonho), comecei a cursar Jornalismo (outro sonho), passei a fazer parte da equipe do QG dos blogueiros, apresentei minha primeira peça e tive que, literalmente, me virar nos 30. Fiz tudo o que tive vontade e em troca ganhei aprendizados para a vida toda (dá até um apertinho no coração e olho chega a umedecer).

Apesar disso, a gente tenta ser tantos com tão pouco tempo, que nos esquecemos de nós mesmos. No meio de toda essa correria, eu tenho aprendido muito sobre mim. Sobre o meu tempo, os meus limites e, principalmente, os meus objetivos de vida. Sim, eu tenho quase 21 anos e tenho muitos planos. Sou jovem, mas não sou eterna. E nada acontece se eu ficar só esperando. O que eu estou fazendo para alcançar o que quero? Foi a pergunta que eu me fiz e que desafio vocês a pensarem sobre suas vidas.

Nenhuma transição é fácil, nenhuma escolha é feita de um dia para o outro. É preciso muito autoconhecimento e auto observação para tentar compreender o que acontece dentro de nós, para separar o que nos serve ou o que não nos cabe mais. Isso vale desde roupas, até as pessoas que nos cercam e com quem trocamos energia. Será que esse curso realmente está me acrescentando em algo? Será que essa pessoa ainda faz a diferença na minha vida ou só está ali acumulando espaço? Esse namoro me faz bem mesmo ou eu ainda só estou junto porque já me acostumei com a presença da pessoa?

Questões aparentemente simples, mas podem se tornar bem complexas quando não entendemos a nós mesmos. De qualquer forma, nunca é tarde para pensar em você. Mas não espere muito tempo para perceber que precisa, antes de amar outras pessoas ou se preencher com atividades externas, amar e se preencher de você mesmo. Se isso está incompleto na sua vida, nada irá te completar.

Eu precisei parar para me cuidar, esvaziar a minha cabeça, ter um tempo só meu, fazendo coisas que me deixam feliz. E direcionar minha vida no que quero comigo lá no futuro. Para isso, precisei abrir mão do teatro, que mesmo tendo me acrescentado tanto, não era no que me via como profissional. Me afastei de pessoas tóxicas que não me acrescentavam. E abri novos espaços dentro de mim para o que a vida estiver preparando, sem deixar de correr atrás do que quero. Me permiti tentar olhar para diversas situações com “outros olhos”. E nessa “brincadeira”, tenho descoberto tantas coisas sobre mim mesma! É libertador!

Foque no que você quer para a sua vida e faça um balanço de coisas e pessoas que têm vivido com você. Se de alguma forma estão te levando para frente. Ou para trás. Busque mais sobre você, trabalhe sua mente, faça coisas em que se sinta você mesmo. Se conheça, se permita, respeite o seu próprio tempo, se liberte. Quando nos conhecemos, nos amamos em cada partezinha, cada nova descoberta sobre nós se torna mágico, nos faz feliz.

Seja feliz. E completo.

Beeeijos e até semana que vem,

Nayara Rosolen

Anúncios

3 comentários sobre “Precisamos falar sobre: escolhas, prioridades e autoconhecimento.

  1. Eu acabei encontrando varios Blogs hoje com o mesmo tema. Da tradição que eu expresso nós temos como ideal de que o universo é nosso e ele só existe enquanto nós existirmos. Isso significa que de certa forma tudo é uma criação nossa. Logo nós sempre temos tempo, só precisamos prestar atenção em como a gente o consome haha
    Acredito que vc chegou a essa mesma ideia quando parou para refletir sobre como esta consumindo seu tempo e com o que.. Precisamos tomar melhor nossas escolhas para nao ser controlados pelo fluxo externo e fazer com que nossa vontade seja realizada de dentro pra fora ❤

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Meu primeiro ano no 7S – 7Seasonsblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s