Registrando sentimentos 

Olá gente, tudo ótimo com vocês? Só eu que achei que essa semana demorou uma eternidade para acabar? Finalmente o sábado chegou.

Resolvi mudar o assunto do post de hoje, após ter saído da casa da minha vó, que como comentei a uns posts atras ela faleceu faz pouco tempo. Estava eu, minha prima, tia e minha mãe revirando as fotos e documentos antigos da minha vó, e achamos diversas cartas que ela escrevia e recebia. Ela guardou todos os cartões de natal que meu avô lhe deu, fotos, convites, até o convite de casamento tá intacto, de 55 anos atrás…E gente, vocês não têm noção de como é emocionante ler relatos de uns 25 anos atrás, de tentar imaginar o que o autor dessa carta já sentiu!

Esses são alguns dos cartões que eu achei. 


  
Refletindo sobre esse momento , eu percebi que nós dessa geração, não vamos poder ter ou proporcionar essas emoções a alguém daqui uns bons anos. Alguma vez durante esses últimos anos você mandou alguma carta para alguém? Eu não.

Por isso cheguei à conclusão que sempre que puder vou escrever sobre algum acontecimento ou sensação importante que eu vivi ou senti. Vou fazer uma caixinha bem bonitinha, costumizada, para guardar essas recordações, depois faço um Post passo a passo para a construção dessa caixinha. E já que não temos mais esse esquema de cartas vou imprimir todas as conversas que eu já tive, virtualmente, e que de algum modo merecem serem lembradas para sempre. E sem duvidas elas vão para a caixinha de recordações.

  Convido vocês a também fazerem isso, imaginem que legal daqui uns bons anos sua filha lendo aquela declaração de amor, do seu primeiro crush, ou aquela conversa com alguma amiga que vocês fazem questão de relembrar vários momentos engraçados juntas…deve ser muito boa essa sensação.


Por hoje é isso galera, espero que tenham gostado da ideia, e bora escrever e eternizar nossos momentos e sentimentos.

Fonte das imagens:

http://cartas-pra-ela-nao-ler.tumblr.com/

http://contenido.com.mx/2013/02/su-letra-lo-delata-que-tan-sinceras-son-las-cartas-de-amor/

Anúncios

5 comentários em “Registrando sentimentos 

  1. Bacana, eu tenho vários, de meus pais, minha avó, do início do namoro entre eu e minha esposa, enfim é apaixonante rever sim. Algumas fotos do passado já borradas ainda tive sorte de conseguir digitalizar, melhorar e eternizar. Hoje é tudo mais fácil e não perde o encanto, seja como no passado onde a escrita era a forma mais comum de registrar, hoje vocês jovens tem a oportunidade dos blogs, onde podem encher com memórias, fotos, videos e até trazer digitalizadas as histórias familiares do passado. Claro que a internet e as ferramentas que elas nos proporcionam facilitam a cada dia termos um pouco mais de controle sobre nosso conteúdo e quem pode ter acesso, os drives virtuais estão ai para isso, você pode ter um espaço público mas liberar no mesmo links para espaços mais reservados onde apenas escolhidos terão acesso. Veja o que encontrei de meu pai e aproveitei para deixar registrado. 🙂
    https://kambami.wordpress.com/2014/11/30/retalhos-de-cinema-homenagem-postuma/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s