A Origem sangrenta dos contos de fadas

Olá meninas, esse post é para as que amam coisas sinistras e sombrias, mas também eu convido você que não é muito fã de terror como eu, para ler, porque não deixa de ser interessante saber a versão original dos contos mais populares. Eu vi esses contos na Revista Mundo Estranho, Edição 98, “A origem sangrenta dos contos de fadas” a muitos anos atrás, por isso resolvi compartilhar com vocês apenas 2 historinhas:

wpid-unnamed-39.jpg.jpegwpid-unnamed-36.jpg.jpeg

1- Cinderela

Gata Barraqueira
Ao contrário da donzela boazinha que conhecemos, nas versões mais antigas, a Cinderela é quem começou a pancadaria!

1- Golpe do Baú
Na versão de Giambattista Basile, chamada A Gata Borralheira, a heroína une forças com a governanta para matar a madrasta. Um dia, quando a megera pega roupas num baú, a moça lhe fecha a tampa na cabeça.

2- Na ponta dos pés
Os irmãos Grimm botam mais sangue no miolo da história. Quando o príncipe visita as casas para identificar o pé de sua amada, as irmãs malvadas de Cinderela se mutilam para tentar calçar o sapatinho, cortando dedos e calcanhares.,

3- Ora, Pombos

Na versão Grimm, a madrasta também não é morta por Cinderela. A malvada bate as botas com pombos comendo seus olhos e os das filhas.

2- Chapeuzinho Vermelho

Era uma vez…

A maioria dos contos de fadas,como chapeuzinho Vermelho, surgiu por volta da idade média, em roda de camponeses na Europa, onde eram narradas para toda família. “A fome e a mortalidade infantil serviram de inspiração”, diz especialista em histórias infantis Marina Wamer, da universidade de Essex, na Inglaterra.

image

1- Comida de vó
Numa versão francesa da história, após interrogar Chapeuzinho na floresta e pegar um atalho para a casa da vovó, o lobo mata e esquartejada a velhinha sem dó. A coisa piora quando o vilão, já fingindo ser a vovó, oferece a carne e o sangue da vítima, como se fosse vinho, para matar a fome da netinha- que come e bebe com gosto!

2- Tira, Tira…
Após encher o bucho e praticar canibalismo sem saber, Chapeuzinho ainda tira a roupa e joga no fogo a pedido do lobão. O clima, porém, não é nada infantil, com a garota perguntando o que fazer com a roupa a cada peça tirada. O lobo só tinha uma resposta: “Jogue no fogo, minha criança. Você não vai precisar disso…”

3- Sedução infantil
Ao se deitar ao lado do lobo, já totalmente nua, Chapeuzinho começa a reparar no físico do vilão, como se desconfiasse de algo. Admirada, a menina começa a exclamar: “como você é peluda,vovó”,”que ombros largos você tem” e “que bocão você tem”, entre outros elogios á anatomia do bichão…

imageFinal Feliz: A versão francesa, Chapeuzinho, sentindo-se ameaçada, pede para sair e fazer suas necessidades fora da casa. O lobo, nojentão, insiste para que ela faça xixi na cama mesmo- urg!- mas acaba deixando a menina sair. Esperta, Chapeuzinho aproveita o vacilo do vilão e escapa.

Final Sangrento: O francês Charles Perrault foi o primeiro a pôr muitos contos no papel, no século 17. Ele tornou o final da história mais sangrento- com o lobo jantando a mocinha-e introduziu a famosa moral da história, dizendo que “crianças não devem falar com estranhos, para não virar comida de lobo”

Final Amenizante: No século 19, os irmãos alemães Jacob e Wilhelm Grimm-famosos compiladores de contos que até então só eram transmitidos oralmente-, inventaram a figura do caçador. No final da história, ele aparece e salva a pele de Chapeuzinho e da vovó, abrindo a barriga do lobo com um tezourão.

Essas duas histórias foram tiradas da revista, se gostou não deixe de ler as outras, Branca de Neve, A Bela adormecida, A pequena Sereia entre outros. Bjão

Anúncios

7 comentários sobre “A Origem sangrenta dos contos de fadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s